Gestão Financeira: A saúde da sua empresa em risco

Andrezza Rodrigues
22/6/2021

No dia a dia da nossa empresa, são muitas as tarefas que temos que nos preocupar: desenvolvimento de produtos, processo de vendas, relacionamento com clientes, comunicação e mídia, contratação de pessoal, troca com parceiros, organização do escritório, e muito mais. 


Cada uma dessas tarefas gera uma camada de pontos de atenção que toma horas e horas dos empreendedores.


Mas, entre todas essas tarefas, talvez a mais importante delas — e uma das mais negligenciadas — é a gestão financeira. Milhares de empresas morrem todos os anos por não fazerem uma gestão financeira adequada. 


Segundo dados do IBGE, mais de 700.000 mil empresas fecharam as portas em 2020 e outras muitas encontram-se repletas de dívidas e na iminência de encerrar suas atividades.


É claro que a pandemia do coronavírus que vem assolando o Brasil e o mundo no último ano foi grande contribuidora para esse cenário. 


Mas a crise sanitária e suas consequências escancarou o quanto boa parte das empresas não faz uma gestão administrativa madura de seus negócios e, pior ainda, trata sua gestão financeira de forma amadora, tornando-se totalmente vulnerável para qualquer mudança no cenário econômico.


Gestão financeira x Gestão administrativa: Entendendo diferenças básicas


A grande pergunta é: Como preparar melhor o meu negócio para sobreviver a tempos difíceis e incertos? 


São muitas as precauções a serem tomadas e esse artigo poderia virar um livro, mas vamos nos ater à base de sustentação de qualquer negócio: o dinheiro.


O primeiro ponto para administrar bem as finanças da sua empresa é entender a diferença básica entre gestão administrativa e gestão financeira. 


Gestão administrativa é a gestão da operação da empresa, todas as ações que acontecem para que seu produto ou serviço sejam entregues aos clientes. 


Já a gestão financeira é a administração de todas as movimentações de recursos financeiros — dinheiro — que acontecem, independente da produção. Sim, pode haver dinheiro mesmo que não haja vendas: empréstimos ou outras receitas, por exemplo.


Separando corretamente as informações


A diferença entre esses 2 pontos da rotina da empresa parece simples, mas ainda existe muita confusão sobre a classificação de tarefas de rotina. Vamos ver na prática? 


Imagine que o responsável pelas vendas da sua empresa afirme: "Na última semana as vendas aumentaram". Como você classificaria essa informação? 


Pelo olhar da gestão administrativa, podemos considerar, por exemplo, que tivemos 10 recibos a mais que a semana anterior e que o estoque diminuiu em 20%. Parece bom, né?


Já pelo olhar da gestão financeira, você tem outros dados para considerar, como o valor líquido recebido da semana que foi menor que na semana anterior, a quantidade de parcelas foram maiores e os produtos estavam com valor promocional.


Ou seja, a mesma informação, sobre a mesma empresa e o mesmo produto gera olhares completamente diferentes. Por isso, quando não há separação correta, acontece distorção da realidade e tomadas de decisões financeiras erradas. Você pode estar vendendo mais, mas lá na frente vai ficar sem caixa, sem entender o porquê. 


Quanto custa para a sua empresa tomar uma decisão errada?


Mesmo que uma única pessoa controle os dois setores, separe as informações, as rotinas e relatórios. Tenha sempre uma visão distinta! Para não ter erro, leve sempre em consideração esses 3 pontos:


  • Clareza na informação: Construir um dado com base nas especificidades de cada momento da sua empresa é a chave para ter informações claras e seguras.


  • Conhecimento profundo do próprio negócio: Ninguém conhece tão bem o funcionamento da sua empresa quanto você, mas o desempenho financeiro vai muito além do operacional, ele mostra vários ângulos ao mesmo tempo.


  • Tomadas de decisões difíceis: Separar o administrativo do financeiro te faz entender que há vários cenários para sua empresa viver, com base no comparativo desses dados é muito difícil errar uma decisão.


Concluindo


Siga esses passos básicos e utilize ferramentas que podem te ajudar nesse processo. A HerMoney é a plataforma de automação financeira 100% digital para realizar a gestão financeira da sua empresa, de forma simples, rápida, segura e inteligente. 


Você envia fotos das suas receitas e despesas e a nossa plataforma classifica automaticamente, montando um fluxo de caixa completo, além de gerar relatório e informações importantes para a tomada de decisão. 
Conheça a HerMoney e aproveite as condições exclusivas para clientes Chatbot Maker.